Skip to main content

ORIGEM

A história da Tapada foi moldada pelo carácter e resiliência dos seus proprietários, que desde sempre partilharam a mesma visão: tirar o melhor partido da terra com profundo respeito pela natureza.

1467

Tapada de Coelheiros Origem 1467

A Tapada de Coelheiros é oferecida como dote de casamento a D. Branca de Vilhena e Dom Ruy de Sousa, autor do Tratado de Tordesilhas.

1863

A propriedade é comprada por Isadora Calhau, a primeira proprietária a habitar e a explorar a Tapada.

Tapada de Coelheiros Origem 1863

Documento em que D. Isadora Maria declara que pretende comprar as Herdades Branca de Almeida e Coelheiros à família Falé.

1887

Tapada de Coelheiros Origem 1887

Referência à existência de vinha da Herdade de Coelheiros, da qual o rendeiro Francisco Carvalho se compromete a “tractar cuidadosamente”.

O Conde de Azarujinha compra a propriedade e surgem os primeiros registos de vinhas.

1907

Inicia-se o arrendamento a lavradores.

Tapada de Coelheiros Origem 1907

Monte de Coelheiros no tempo do lavrador António Francisco Carvalho

1974

Tapada de Coelheiros Origem 1974

A propriedade é comprada por Dom Diogo Pereira Coutinho.

No pós-25 de Abril, a Tapada de Coelheiros é ocupada por populares.

1981

Joaquim e Leonilde Silveira compram a herdade e plantam vinha e pomar de nogueiras.

As castas escolhidas (Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Arinto, Roupeiro e Trincadeira) são uma escolha inovadora para a época e abrem caminho para vinhos de perfil diferenciado.

Tapada de Coelheiros

1991

Tapada de Coelheiros Origem 1991

É produzido o primeiro Tapada de Coelheiros tinto, sob alçada do enólogo António Saramago, com um rótulo alusivo à tradicional tapeçaria de Arraiolos.

1996

O vinho Tapada de Coelheiros Garrafeira 1996 é premiado e apontado como melhor vinho do Alentejo e de Portugal.

Enoturismo Tapada de Coelheiros

2015

Tapada de Coelheiros Adega

Alberto Weisser adquire a propriedade, onde passa a morar.

Inicia-se um novo capítulo na história da Tapada de Coelheiros.

2016

Luís Patrão assume a enologia e viticultura da propriedade.

Tapada de Coelheiros

2017

Tapada de Coelheiros Origem 2017

Nasce a nova imagem de Coelheiros, inspirada na arte do bordado de Arraiolos, que traduz a ligação ao território e às suas tradições.

Lança-se a primeira colheita do Vinha do Taco, vinho de parcela.

É lançada a nova gama de vinhos, o Coelheiros Branco e Coelheiros Tinto.

2021

A Tapada de Coelheiros recebe o prémio de Viticultura do Ano, atribuído pela Revista Grandes Escolhas.

Ecossistema Tapada de Coelheiros

2022

Tapada de Coelheiros Origem 2023

A Tapada abre as portas a visitas e provas, com a criação do enoturismo.

É atribuída à propriedade a Certificação Agricultura e Produção.

Lança-se o Coelheiros Rosé.

2023

Inicia-se o Projecto Bio Montado, com o objetivo de aumentar a resiliência do ecossistema do montado e da vinha, implementando áreas-piloto com boas práticas agrícolas e de recuperação ecológica.

Tapada de Coelheiros Enoturismo